Dia de arrumar as coisas e partir para o Brasil Ride 2019 em Arraial. Viagem tranquila, e de cara um pedal de reconhecimento do Prólogo que não deu muito certo.

Ficamos perdidos em Arraial no reconhecimento do prologo do Brasil Ride 2019!

Resolvemos chegar um pouco antes em Arraial nessa temporada da Brasil Ride 2019. A ideia em ambientar com o calor Baiano e já ir ativando a musculatura para ultra maratona de 7 dias que enfrentaremos.

Assim que chegamos, fomos convidados para um pedal especial com a companhia do atleta olímpico Jaroslav Kulhavy da República Tcheca.

Como ele havia acabado de chegar, após horas de viagem, preferiu dar um giro mais light e partimos sozinhos para as trilhas de bike.

O circuito mudou bastante em relação aos anos anteriores do Brasil Rie, e sem o mapa exato, ficamos perdidos diante de tantas trilhas de bike e opções.

Tudo tranquilo para quem estava passeando e queria apenas fazer um reconhecimento do prologo da brasil ride 2019, mas começou a anoitecer e estávamos no meio da mata.

Aceleramos o passo, mas não teve jeito a noite chegou e nos pegou ainda nas trilha.

Graças a Deus, tudo certo, parte do prologo reconhecido e mais uma aventura para contar e dividir.

Bora que tem muito brasil Ride pela frente!

Ultimamente recebi muitas perguntas sobre pneus de MTB (Mountain Bike). Aproveitando que vou falar um pouquinho da Bike que vou correr o Brasil Ride 2019, seguem algumas dicas de bike e de pneus de MTB.

Prólogo, primeira etapa do Brasil Ride 2019.

Prólogo duríssimo e muito disputado. Largamos forte e mantemos o ritmo até o final.

Infelizmente a posição de largada não nos favoreceu muito e acabamos perdendo um precioso tempo com o transito no meio das trilhas.

Por falar em trilhas de bike, que trilhas! O Prologo foi feito meio as matas, com diversos single tracks de areia, mata fechada e raízes. Algo desafiador mas verdadeiramente empolgante.

Para apimentar a disputa, tinha que rolar alguns estradões de alta velocidade, subidas difíceis e técnicas e pequenos downhills.

Um tira gosto do que enfrentaríamos nos próximos 6 dias de prova.

Ficamos em 6º na categoria, 54 min de prova, e boa colocação na geral.

É apenas o começo desta ultra maratona Brasil Ride 2019 de sete dias.

Brasil Ride 2019 2ª Etapa. Uma das mais duras de todas as edições do Brasil Ride. Desidratei, cai no chão, mas desistir, não é opção!

A 2ª Etapa da Brasil Ride 2019 foi a mais dificil para mim. Largamos bem posicionado, devido ao bom resultado alcançado na etapa anterior, o prologo.

A largada foi intensa pois sabíamos que iriamos encarar aproximadamente 5 quilômetros de trilhas fechadas no começo da etapa, e era muito importante tentar entrar na trilha o mais a frente possível.

Conseguimos o que queríamos, mas o ritmo não baixou e seguimos fortes com um pelotão bem formado e que aos poucos foi de desfazendo.

Com aproximadamente 85 km de prova, apos um ponto de apoio, comecei a me sentir mal. Uma sensação de embrulho no estomago, boca seca e muita fraqueza.

Colocar a cabeça no lugar e não fraquejar, foi muito importante e agradeço aos parceiros pela ajuda física nas subidas mais difíceis e psicológica, onde não me deixavam pensar muito para não fraquejar.

Acabei a etapa me arrastando. Por termos largado forte e andado bem nos primeiros 80 km, ainda conseguimos chegar bem, apenas de termos perdido um pouco mais de uma hora com o grande contratempo.

Agora e descansar e recuperar para as próximas etapas, onde tentaremos recuperar o tempo perdido.

A 3ª Etapa da Brasil Ride 2019, foi uma etapa surpresa.

Anunciada como uma etapa de transição, entre a longa etapa de 145 km e a etapa rainha, a 3ª Etapa da Brasil Ride 2019 desclassificou muitos atletas.

A 3ª Etapa da Brasil Ride 2019 era para ser uma das etapas mais fáceis, por ser uma etapa posterior a grande 2ª etapa de 145 km, e a pior etapa, a Rainha, com muita altimetria acumulada.

Foi assim nos anos anteriores, mas nesta Decima edição da Brasil Ride tudo Mudou.

Encontramos uma etapa dura, com trilhas técnicas e subidas exaustivas, acompanhada de um sol escaldante e a necessidade de imprimir um ritmo forte, para cumprir a etapa no tempo determinado, e no nosso caso, recuperar o tempo perdido na segunda etapa.

Apesar de ter passado mal a noite e ter a barraca imundada com a tempestade que caiu, tive um sono reparador, que me fez acordar melhor para encarar essa 3ª Etapa.

Imprimimos um ritmo forte, porem controlado. Fizemos duas voltas constantes, onde só senti o cansaço no final da etapa.

Tivemos um resultado positivo, conquistamos 6 posições na Geral e duas em nossa categoria.

Agora é focar na prova e no corpo. O Brasil Ride 2019 recomeçou para mim!

4ª Etapa da Brasil Ride 2019, a Etapa Rainha.

Etapa Rainha é aquela etapa considerada principal, ou mais difícil.

A Brasil Ride possui algumas etapas difíceis, mas essa é a com maior altimetria acumulada, downhills extremamente técnicos, alem da boa quilometragem, um pouco mais de 100 quilômetros.

Contato Cowboy: +553187346239

Como sempre, fizemos uma boa largada e tentamos nos posicionar o mais a frente possível. Apesar das duas quedas de corrente, uma minha e uma do Xerife, conseguimos ficar em um bom pelotão.

As subidas são bastante íngremes e exaustivas no começo, mas nada comparado ao que iriamos enfrentar a frente.

Passamos por diversos brejos, singles, empurra bikes e finalmente a subida da Batalha. Uma subida longa e íngreme, mas possível de zerar.

Logo apos, mais partes técnicas, mais brejos e mais empurra bikes, tudo de bom tamanho, não nos fez reclamar, algo que faz parte do MTB, Mountain Bike.

Finalmente a subida principal. Aos, aproximadamente, 70 quilômetros, as Sete voltas. Uma subida extremamente íngreme que deve ultrapassar 25 graus de inclinação em alguns trechos, repleta de valetas e terra solta.

As Sete voltas, é uma das subidas do Zera o Pico. Uma brincadeira que existe na Ultra maratona Brasil Ride, onde os atletas são desafiados a subir morros sem colocar os pés no chão.

Nesta Decima edição da Brasil Ride, o desafio Zera o Pico esteve em três etapas, sendo esta a principal.

Etapa dura, mas concluída com exito. Uma das etapas que fizemos melhor como equipe. Concluímos com um bom tempo e conquistamos mais posições na geral e em nossa categoria.

Brasil Ride 2019, 5ª Etapa, a tão esperada volta para Arraial.

Como a ida para Guaratinga, não foi muito boa para mim, a expectativa da volta era grande.

A volta era um percurso de 140 quilômetros, os quais já haviam sido anunciado, não serem fáceis.

Pegaríamos logo no inicio, bastante inclinação, um estradão que faria o ritmo de prova aumentar, e muitas trilhas técnicas no final.

Sendo assim, achei que largaríamos mais devagar e iriamos aumentando o ritmo aos poucos. Ao saber que haveria uma trilha a aproximadamente 9 km da largada, tudo mudou.

Largamos forte como sempre e não descansamos mais. As subidas foram duras e de ritmo intenso.

As trilhas eram rápidas mas desafiadoras, e o estradão transformou o pelotão em um pelotão de speed que fez muitos pingarem.

Aos 50 km aproximadamente, uma chuva torrencial e um vento contra que fazia, pedalar a 30 por hora, um desafio.

A chuva durou até o final da etapa, sendo que no parque nacional do Pau Brasil, tivemos a desafio mais marcante nesta etapa. Conseguir enxergar!

A chuva era intensa, muita lama e poças de água. Não sabíamos se ficávamos de óculos ou sem eles.

O jeito foi mirar na roda do parceiro a frente e seguir na tocada monstra do parceiro Paulo que chagava a colocar 35 km por hora naquele lugar. Qualquer erro seria uma catástrofe, mas graças a Deus, chegamos bem e muito bem colocados.

Etapa de XCO da Brasil Ride 2019, a mais emocionante!

A 6ª etapa desta ultra maratona Brasil Ride de Sete dias, foi a mais emocionante. O calor da galera e a torcida, nos fez ir além e esquecer a dor dos passados 5 dias.

A 6ª Etapa da Brasil Ride 2019, é a etapa de XCO, que contou nesta Decima edição da Brasil Ride, com um circuito,  muito alucinante, de 8 quilômetros.

A 6ª Etapa completa, tem 4 voltas no circuito, porem, se formos ultrapassados pelos lideres, não podemos abrir a volta seguinte.

Parece fácil mas não é! Os lideres largam na frente e tem muita força para partirem desgarrados do pelotão. Nós, acabamos nos afunilando nas trilhas e aos poucos vamos nos encaixando na disputa.

O grande problema, é que elem de sermos mais fracos e lentos.. rsrs.. perdemos mais tempo com o transito, e isso torna o desafio de abrir a 4ª volta ainda maior.

O parceiro Xerife já havia anunciado que talvez daria apenas uma volta. No começo da primeira volta, ele teve alguns problemas e me disse que era comigo e com o parceiro Paulo.

Como estamos correndo em trio, na 6ª Etapa da Brasil Ride XCO, só conta o dois melhores tempos, então essa decisão não seria problema e ele ainda poderia descansar um pouco mais para a sétima etapa.

O Parceiro Paulo, que é muito forte e técnico, conseguiu abrir a 4ª volta. Eu consegui fazer 3 boas voltas e conquistamos um bom resultado final.

Brasil Ride 2019, 7ª etapa. A ultima etapa desta decima Edição da Ultra Maratona Brasil Ride.

Ultima Etapa, sempre aquela questão. Comemorar ou torcer o cabo?

Por mim, que já estava semi morto.. rsrs.. passar um pouquinho não seria nada mal, mas os parceiros queriam correr.

Largamos como de costume, forte. O Paulo conseguiu se posicionar melhor na primeira subida e escalou dois pelotões a nossa frente. Aos poucos fomos nos juntando e entramos na trilha praticamente juntos.

Na trilha, tivemos um pequeno engarrafamento. Alguns conseguiam passar, outros ficavam para trás. As vezes um colega errava, outra nos mesmos errávamos… isso tudo era perda de um valioso tempo, que faziam a trilha que já era bastante pesada e técnica, cada vez mais exaustiva. Ficávamos chicletando o tempo todo.

Em um certo momento, acabei ficando para trás e tive trabalho para me reconectar aos parceiros. A cansaço era intenso, não dava para soltar a mão do guidão se quer para beber água.

O ritmo foi forte e conseguimos chegar bem. Assim acabou o Brasil Ride 2019.

8º Colocados na Categoria

46º Colocados na geral

E muito aprendizado!

Só tenho a agradecer a todos, que de uma forma ou de outra fizeram parte deste projeto, acreditaram, torceram e apoiaram.

Bora para próxima aventura!!

O QUE VOU LEVAR DA BRASIL RIDE 2019 – DICAS E APRENDIZADOS PARA QUALQUER PEDAL

[wp_bannerize group="Banner MXbikes" no_html_wrap="1" categories="3,9,17" random="1" limit="1"]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *